MISA Angola: World Press Freedom Day

DECLARAÇÃO

Recordando  Milocas Pereira

Luanda, 3 Maio 14-O MISA-Angola celebra a passagem do dia mundial da Liberdade de Imprensa, tal como oportunamente referido no preâmbulo da Declaração publicada pela organização Regional esta é uma ocasião para reflectir sobre os principais acontecimentos que marcaram o “ano mediático” no país;

Recentemente, foi no rescaldo do levantamento que fez  ao cumprimento das Metas do Milénio e olhando para os  desafios que perfilham no horizonte que a UNESCO fixou o tema central para o ano de 2014: “Alcançar Novas Metas: Media Livre fortalece a Agenda de Desenvolvimento Pós-2015”.  Uma Agenda mundial que fixará primazia a temática da Gestão Aberta e Transparente dos Recursos, onde a Imprensa terá papel de destaque, contra a corrupção, pela estabilidade.

O tema “Por Detrás das Grades” para o relatório anual já publicado, reflecte as preocupações do MISA regional sobre o incremento da violência contra os profissionais da Imprensa.

Angola não é uma excepção.

É por esta razão que recordamos  todos os violentados  neste período de 2013/14 e pelas consequências nefastas  que causa á  imagem do nosso país, o MISA-Angola conclama das autoridades um esclarecimento sobre o desaparecimento da jornalista Milocas Pereira.

Depois dos Desafios do Milénio cuja repercussão positiva saudamos na melhoria das condições de vida,  o país terá de ajustar-se os seus instrumentos de trabalho, ao novo desafio mundial que está sendo colocado pelas  Nações Unidas ou seja, na era pós 2015. Com efeito ás autoridades não restará outra saída senão a criação doutro ambiente jurídico, económico, capaz de fazer justiça social, através do desempenho justo da Imprensa em Angola, hoje  tomada pelo monopólio, marcada pela auto-censura dos profissionais e ausência do contraditório.

O MISA-Angola felicita todos aqueles que mesmo na adversidade mantêm a sua verticalidade.

Bem Haja

Luanda, 2 de Maio de 2014

 

Pelo Conselho de Governadores do MISA-Angola


About MISA

The Media Institute of Southern Africa (MISA) was founded in 1996. Its work focuses on promoting, and advocating for, the unhindered enjoyment of freedom of expression, access to information and a free, independent, diverse and pluralistic media.

Share